SÃO JOSÉ DO RIO PRETO
Lelé Arantes
 
   
  Estado:
São Paulo
   
 
Selecione outro estado:
   
São José do Rio Preto
 
 
Quem faz História em SÃO JOSÉ DO RIO PRETO
   
  Digite o nome da pessoa que deseja localizar:    
 
U
 
Ubajara Soraes de Oliveira
 
Professor, diretor da Escola Senai Antonio Devisate, de 1 de abril de 1974 a 8 de agosto de 1978 e diretor das escolas Senai em Santo André, de 1977 a 1993, em São Bernardo do Campo, de 1993 a 1995 e em São Paulo, na Moóca, em 1995; diretor atual da Escola Senai Oscar Rodrigues Alves (Cenatec) de São Paulo, desde 1995 e professor na Faculdade São Judas Tadeu, em São Paulo, desde 1993. Habilitado no exame de suficiência pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Rio Claro em 1970, formado em pedagogia pela FFCL de Santo André em 1978.
 
Nascimento:
Dois Córregos
SP
Data nasc.: 10/12/1947
 
Ubiratan Ferreira Lopes
 
Artista plástico e dentista; artista plástico rio-pretense, mais conhecido por Bira. Formado pela Faculdade de Odontologia de Lins.
 
Nascimento:
Paranaíba
MS
Data nasc.: 05/09/1945
Falecimento:
São José do Rio Preto
SP
Data falec.: 05/06/1997
 
Ubiratan José dos Santos
 
Publicitário, vice-presidente da Associação dos Profissionais em Publicidade (APP) desde2002; diretor de eventos e de comunicação de Grupo Espírita André Luís de 2001 a 2005; gerente comercial do jornal Bom Dia desde julho de 2005; gerente comercial da TV Record de 2003 a 2005 e do Diário da Região de 1997 a 2003.
 
Nascimento:
Taquaritinga
SP
Data nasc.: 26/12/1957
 
Ugolino Ugolini
 
Engenheiro civil e jornalista; segundo a historiadora Nilce Lodi, no DiárioHistória de 23 de julho de 2006, o nome completo do engenheiro italiano era Niccola Antonio Raffaello Melchiore Ugolino Ugolini; ele foi vereador rio-pretense em 1899 [eleito para a Legislatura de 1899 a 1901, teve o mandato cassado em 9/6/1899 por faltas]. Professor substituto na Escola Municipal em 1897 e organizador do sistema de aforamento da cidade; autor do primeiro mapa de Rio Preto por encomenda do José Bento. Orador da loja maçônica Cosmos de 1908 a 1909. Integrante da Expedição Hummel, liderada pelo engenheiro Olavo Hummel, em 1893, para fazer traçado da Estrada do Taboado ligando Jaboticabal ao porto de Taboado; traçou a abertura das estradas Rio Preto/Catanduva e Rio Preto/Avanhandava/Miguel Calmon/Penápolis; autor do levantamento cadastral dos distritos de Avanhandava (Planalto) e Miguel Calmon; detentor de concessão, obtida em 15/4/1898 em sociedade com Adolpho Guimarães Corrêa, para explorar por 20 anos o Salto do Avanhandava; detentor de concessão, obtida em 19/7/1898 também em sociedade com Adolpho Guimarães Corrêa, para construção de uma linha de bondes ligando Rio Preto ao Salto do Avanhandava; detentor de concessão, obtida em 15/4/1898, para implantar e explorar por 20 anos, os serviços telefônicos, mas perdeu os direitos por não cumprir os prazos. Ugolino pode ser considerado o primeiro ambientalista ou ecologista rio-pretense por dois motivos: em 29/10/1907, ele conseguiu a intervenção do diretor de Agricultura da Secretaria de Agricultura, Comércio e Obras Públicas do Estado, Gustavo D’Utra, contra a pesca indiscriminada nos rios e córregos da região; com a intervenção do Estado, as autoridades municipais foram obrigadas a multar a pesca predatória. Em 1911, ele enviou carta à Câmara condenando a idéia de se construir o prédio do 1º Grupo Escolar onde antes funcionava o Cemitério Velho (atual Praça Rio Branco, onde está o Fórum), argumentando que o Código Sanitário Francês, de Napoleão I, e todos os códigos sanitários do mundo, consideram infecta “a zona circunstante aos cemitérios em um raio de 50 a 100 metros”. Para facilitar as coisas, ele ofereceu em doação o quarteirão 76 (moderno 41), entre as ruas Bernardino de Campos, Voluntários de São Paulo, Independência e Saldanha Marinho, em terras de sua propriedade. A proposta foi recusada e a escola construída sobre o cemitério desativado; quase meio século depois, a Prefeitura usou o quarteirão que ele havia sugerido para construir o novo prédio da mesma escola. A praça da Vila Maceno leva o seu nome. Seu túmulo no Cemitério da Ercília, construído em 1944 por Aristides Corradini, sob encomenda da loja maçônica Cosmos, é patrimônio histórico municipal, tombado pelo prefeito Edinho Araújo.
 
 
     
Nascimento:
Florença
Itália
Data nasc.: ?/?/1851
Falecimento:
São José do Rio Preto
São Paulo
Data falec.: 2/8/1914
 
Ulisses Jamil Cury
 
Contador, fundador da Folha de Rio Preto em 15/5/1966 em sociedade com seu irmão José Barbar Cury e Barbar Jamil Cury; presidente do Rio Preto EC de 1962 a 1964, diretor e conselheiro; foi um dos fundadores e diretor do Serviço Social São Judas Tadeu; jogou futebol pelo Rio Preto EC de 1956 a 1960.
 
Formado em técnico em contabilidade pela Escola Técnica D. Pedro II.
 
Nascimento:
› São José do Rio Preto
SP
Data nasc.: 1/11/1934
Falecimento:
SP
São Paulo
Data falec.: 15/10/1981
 
Ulisses Mussi
 
Comerciante, colecionador de artes plástica, primeiro secretário da Associação Comercial e Industrial (Acirp) de 1972 a 1973 e membro do Conselho Municipal de Trânsito (Comutran) de 1972 a 1973, do Automóvel Clube e do Clube Monte Líbano. Fundador, em 1968, da primeira galeria de arte de SJRio Preto, a Galeria Shop-Shop, que, a partir de 1980, passou a chamar-se Tela Branca; um dos maiores colecionadores de obras do pintor primitivista José Antônio da Silva. No final dos anos de 1950 e início dos anos de 1960 participou ativamente, ao lado de Waldemar de Oliveira Verdi, da luta pela implantação da televisão em São José do Rio Preto e região.
 
Nascimento:
› São José do Rio Preto
SP
Data nasc.: 27/3/1930
 
Urbano Junqueira
 
Magistrado, juiz da 1ª Vara Cível de São José do Rio Preto, de 1935 a 1936; juiz em Avaré em 1923/1931, em São Luiz, em 1925; promotor público em São Simão, em 1911/1913.
 
Nascimento:
São Simão
SP
Data nasc.: ?/?/?
Falecimento:
?
?
Data falec.: ?/?/?
 
Ururahy Botosi Barroso
 
Médico, apresentador do programa Faça a Sua Parte da TV da Cidade/Canal 16 em 2004 e em 2009; criador da Academia da Felicidade em 2008, criador do Movimento Feliz-Cidade Já desde 2007; pesquisador da felicidade, desenvolvendo a estratégia da felicidade ativa transformacional desde 1996; consultor pessoal na área motivacional desde 1992; médico psiquiatra e psicoterapeuta desde 1984; presidente do Grupo Espírita Orvalho de Luz desde 1982.
 
Formado em Medicina Psiquiátrica e Psicoterapeuta pela Famerp em 1984.
 
Nascimento:
› São José do Rio Preto
SP
Data nasc.: 14/7/1960
 
Página 1 de 1
Primeira | Anterior | 1 | Próxima | Última 
   
 
©2001/2010 » Todos os Direitos Reservados - www.quemfazhistoria.com.br
Todo material publicado neste sitepertence a www.quemfazhistoria.com.br ou é utilizado com a expressa permissão de seus autores
Site desenvolvido por
Personal Comp