SÃO JOSÉ DO RIO PRETO
Lelé Arantes
 
   
  Estado:
São Paulo
   
 
Selecione outro estado:
   
São José do Rio Preto
 
 
Quem faz História em SÃO JOSÉ DO RIO PRETO
   
  Digite o nome da pessoa que deseja localizar:    
 
C
 
Cacau Lopes
 
Médico sanitarista e músico. José Carlos Lopes é presidente do Partido Verde (PV) desde 2007; vereador rio-pretense de 1997 a 2000, reeleito para a legislatura 2001/a 2004, secretário municipal de Saúde de janeiro de 2001 a agosto de 2005; presidente municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) de 1992 a 1994; professor na Famerp. Autor dos livros “A Voz do Dono e o Dono da Voz: Trabalho, Saúde e Cidadania no Cotidiano Fabril”, de 2000, e “Quase Poemas”, de 2006. Atuou na organização do primeiro projeto de desfavelamento de SJRio Preto, que deu origem à Vila União em 1979, e na Juventude Católica; jogou futebol amador no Grêmio Esportivo da Boa Vista.
 
Formado pela Famerp, com especialização em Medicina Preventiva e Social e doutorado em Saúde Coletiva pela Unicamp, Campinas, em 1981.
 
 
     
Nascimento:
› São José do Rio Preto
SP
Data nasc.: 17/5/1958
 
Cachopa
 
Professora, Aparecida Homsi Salles Cunha, conhecida como “Cachopa”, lecionou na escola Cardeal Leme de 1950 a 1964, na escola de Ipiguá de 1942 a 1946 e na escola da fazenda São Pedro. É patrona da escola municipal do Jardim Antunes.
 
Formada no Colégio Santo André.
 
Nascimento:
› São José do Rio Preto
SP
Data nasc.: 12/03/1920
 
Caetano Brazolin
 
Garçom, Caetano Brazolin Neto, presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Comércio Hoteleiro, Bares, Restaurantes e Similares de 1968 a 1975.
 
Nascimento:
Ruilândia
SP
Data nasc.: 08/08/1941
 
Caio Carvalho
 
Artista plástico e professor de desenho e pintura, recebeu homenagem em reconhecimento do valor artí­stico de suas obras no Salão das Artes Plásticas de São José do Rio Preto em 2007; diretor do Centro Cultural Professor Daud Jorge Simão em 1993; um dos fundadores da Associação Rio-pretense de Belas-Artes (Arba) e primeiro presidente de 1981 a 1984; representante de SJRio Preto no primeiro Mapa Cultural do Estado em 1995; primeiro chargista do Diário da Região e colaborador de 1966 a 1967. Publicou artigos sobre cultura artística nos jornais locais de 1970 a 1980. Diploma de honra ao mérito pela Secretaria de Estado da Cultura, Ciência e Tecnologia em 1975; detentor da grande medalha de prata do Salão Paulista de Belas-Artes em 1984; medalha de ouro nos salões oficiais de Matão em 1982 e 1986, Franca em 1986, Araraquara em 1990, Mogi Mirim em 1990, Poços de Caldas em 1990, São João da Boa Vista em 1991, Araras em 1992 e São José do Rio Preto em 1992; Prêmio Conselho Estadual de Cultura em 1978. Retrospectiva de sua vida artí­stica foi realizada pela Secretaria Municipal de Cultura. Elaborador da bandeira oficial da Associação Geronto-geriátrica de Rio Preto (Agerip) em 2006.
 
Formado em Análise de Obras de Arte pelo Liceu de Artes e Ofício, São Paulo, em 1986.
 
 
     
Nascimento:
Tabapuã
SP
Data nasc.: 7/6/1928
Falecimento:
São José do Rio Preto
SP
Data falec.: 11/10/2017
 
Caio César Benetti
 
Administrador de empresas e atleta, delegado do Sindicato do Comércio de Peças do Estado de SP - Sincopeças de 1982 a 1993; 2º secretário da Associação Comercial e Industrial - Acirp em 1971 e conselheiro de 1968 a 1973 e de 1986 a 1989; nadador do Palestra EC de 1952 a 1957; jogador de pólo aquático, disputou o Troféu Bandeirantes em 1956 e 1957.
 
Formado em Administração de Empresas pela Faculdade D. Pedro II em 1972.
 
 
     
Nascimento:
› São José do Rio Preto
SP
Data nasc.: 11/4/1942
 
Caio Nogueira Bertazzi
 
Professor, economista e advogado, foi diretor regional do Serviço Social da Industria (SESI) de 1/3/1972 a 20/4/1990; foi integrante da diretoria da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG).
 
Formado em Direito pela Faculdade de Bauru e em Economia pelo Instituto Moura Lacerda de Ribeirão Preto, em 1965. A via de acesso ao Sesi, no Parque da Represa, leva o seu nome.
 
Nascimento:
Colina
SP
Data nasc.: 16/8/1919
Falecimento:
São José do Rio Preto
SP
Data falec.: 7/9/1996
 
Caio Soler Accorsi
 
Tenista e professor, tenista rio-pretense, ocupou o primeiro lugar no ranking paulista entre 1991 e 1993, detentor do prêmio Melhores do Ano, concedido pela Federação Paulista de Tênis em 1991 e 1993; professor de tênis no Automóvel Clube de 1992 a 2000, no Palestra EC de 1992 a 1993, no Clube Monte Líbano de 1991 a 1992, Harmonia de 1990 a 1991, na AABB em 1988, no Clube Tangarás, Tanabi, em 1987 e na Thomaz Koch&Ricardo Kyrillos Tennis Clinic, São Paulo, em 1989. Fundador e monitor do projeto Tênis do Futuro, do Sesc, em 1993. Atuou na formação dos tenistas Thiago Alves, Eidy Igarashi e Marcelo Paungartner. Árbitro da FPT desde 1989 e da Confederação Brasileira de Tênis desde 1997.
 
Formado pela Escola Superior de Educação Física e Desportos de Catanduva em 2001, com pós-graduação em Ciência do Treinamento Desportivo pela Unorp em 2005.
 
Nascimento:
Loanda
PR
Data nasc.: 4/11/1967
 
Caio Urbinati
 
Advogado, administrador de empresas. Caio Cézar Urbinati, vereador rio-pretense de 1983 a 1988, de 1989 a 1992 e de 1993 a 1996; secretario municipal de Serviços Gerais de 2/4/1996 a 31/12/1996; presidente da Câmara de 1985 a 1986 e de 1991 a 1992; secretário de Esportes, Lazer e Turismo de 6/6/1990 a 31/12/1990; diretor regional da Secretaria Estadual da Promoção Social de 1983 a 1984; presidente da comissão que elaborou a Lei Orgânica do Município em 1988; 2º vice-presidente da Liga Rio-pretense de Futebol de 1991 a 1992; membro do Conselho Curador da Funfarme de 1985 a 1986 e de 1991 a 1992; membro da Comissão Municipal de Defesa Civil em 1986; membro do Conselho Administrativo da Fundação Rio-pretense de Assistência Social - Fras de 1983 a 1986; vice-presidente do Jomec de 1983 a 1986; conselheiro do Automóvel Clube de 1985 a 1986; conselheiro da Associação Comercial e Industrial - Acirp de 1986 a 1988; conselheiro do Fundo Social de Solidariedade em 1984; cidadão honorário de Fronteira, MG; recebeu diploma de reconhecimento público da Câmara de SJRio Preto.
 
Formado pela Faculdade Católica de Direito de Santos em 1978 e em Administração de Empresas pela Unirp.
 
 
     
Nascimento:
Maringá
PR
Data nasc.: 10/2/1954
 
Calil Buchala
 
Comerciante, vice-presidente da Sociedade Jovens Syrios, em 1934; integrou a comissão de construção da Igreja Ortodoxa Antioquina, Catedral de São Jorge, em 1934. . Dá nome a uma praça no Jardim Alto Alegre.
 
Nascimento:
?
?
Data nasc.: ?/?/?
Falecimento:
?
?
Data falec.: ?/?/?
 
Calil Buchala Neto
 
Advogado, diretor jurídico da Fundação Líbero Badaró de Ensino e Assistência Social (Fulbeas) desde 2004; venerável mestre da Loja Maçônica Cavalheiros da Amizade de 2005 a 2007.
 
Formado em Direito pela Firp (atual Unirp) em 1995, com pós-graduação em Direito Empresarial em 2000.
 
Nascimento:
› São José do Rio Preto
SP
Data nasc.: 18/8/1973
 
Calixto
 
Fotógrafo. José Calixto dos Santos Júnior, repórter-fotográfico com atuação na Folha Norte em 1995, A Notícia em 1996, revista Intervip de 1996 a 1997; free-lance para o Diário da Região e jornal de esportes Vitória.
 
Nascimento:
› São José do Rio Preto
SP
Data nasc.: 18/6/1964
 
Calixto Fauaz
 
Empresário, presidente do Rio Preto Esporte Clube de 1935 a 1936, fundou, em 1929, em sociedade com João Di Biasi, o Frigorífico Bandeirantes; revendedor Chevrolet na década de 1940, e dos carros DKW, nos anos de 1960. É nome de rua no Jardim Nazareth.
 
 
     
Nascimento:
Zabadaine
Síria
Data nasc.: ?/?/1898
Falecimento:
São José do Rio Preto
SP
Data falec.: 4/12/1974
 
Camilo Assaf
 
Comerciante, foi presidente do Monte Lí­bano de 1960 a 61 e de 1966 a 67, e vice-presidente de 1964 a 66; conselheiro da Associação Comercial de 1968 a 69; foi revolucionário de 32. É nome de rua no Jardim Belo Horizonte.
 
 
     
Nascimento:
Ibilsake
Líbano
Data nasc.: 4/7/1907
Falecimento:
São José do Rio Preto
SP
Data falec.: 14/3/1987
 
Camilo Elias Gauch
 
jornalista iniciou carreira como jornalista em A Notícia, de Rio Preto, de 1930 a 1940, foi gerente do jornal A Folha (adquirido por Marcelino Cavalieri Júnior, teve o nome mudado para Folha de Rio Preto, em 1943); ainda nos anos de 1940 transferiu-se para o jornal A Tribuna, de Santos, onde trabalhou até aposentar-se.
 
Nascimento:
› São José do Rio Preto
SP
Data nasc.: 02/04/1912
Falecimento:
São Paulo
SP
Data falec.: ?/?/1993
 
Cândida O’Connell Jersey
 
Professora, nomeada em 2 de setembro de professora interina da segunda cadeira da Escola Municipal de São José do Rio Preto.
 
Nascimento:
?
?
Data nasc.: ?/?/?
Falecimento:
?
?
Data falec.: ?/?/?
 
Candido Brasil Estrela
 
Agrimensor, fazendeiro, filantropo e poeta, juntamente com seu irmão Basileu e seu filho Dráusio executou inúmeras obras públicas, construiu um asilo para idosos e um hospital, promovendo a reforma da casa paroquial em Santa Maria Madalena. Fundador e primeiro presidente do Consórcio Intermunicipal da Alta Araraquarense (Alarme) em 1953; fundador da cidade de Bálsamo em 17/11/1920, da cidade de Mira Estrela em 21/2/1941, do Cine Teatro São Pedro de Mirassol em 1929, da Escola Normal Municipal de Mirassol em 1928, da Fundação Cândido Brasil Estrela em 1952 e do Lar dos Velhinhos de Mirassol em 1961; foi um dos fundadores, em 1930, da Associação Comercial e Industrial de Mirassol e presidente de 1931 a 64; provedor da Santa Casa de Mirassol de 1931 a 46; dirigente da milí­cia MMDC, na Revolução de 1932; autor do brasão de armas de Mirassol, Bálsamo, Mira Estrela e Santa Maria Madalena e do Álbum de MirassolÉ nome de rua no Jardim Alto Alegre e nas cidades de Mirassol e Mira Estrela (onde dá nome a praça da matriz). em 1925.
 
Formado pelo Liceu São Luiz, de Paris, França, em 1914.
 
 
     
Nascimento:
Santa Maria Madalena
RJ
Data nasc.: 3/10/1893
Falecimento:
São José do Rio Preto
SP
Data falec.: 10/10/1964
 
Cândido Cardolino Silva
 
Fazendeiro, foi vereador rio-pretense de 1902 a 1903 (eleito em 12/2/1902 na vaga de José Severino do Amaral Salles, que havia renunciado), ele teve seu mandato cassado em 1/6/1903 por excesso de faltas.
 
Nascimento:
?
?
Data nasc.: ?/?/?
Falecimento:
?
?
Data falec.: ?/?/?
 
Cândido Gonçalves Rocha
 
Advogado, vereador rio-pretense de 1923 a 1925 e de 1926 a 1928, renunciou ao mandato em 1928; foi presidente da Câmara Municipal de São José do Rio Preto de 1925 a 1928.
 
 
     
Nascimento:
?
?
Data nasc.: ?/?/?
Falecimento:
?
?
Data falec.: ?/?/?
 
Cândido Spínola Castro
 
Cartorário, coronel da Guarda Nacional, oficial do 1º Cartório de Registro Geral e de Hipotecas da Comarca a partir de 5 de outubro de 1904, cargo que assumiu a convite do deputado Antonio Olímpio; foi primeiro escrivão do Tribunal do Júri, conselheiro do Hospital de Caridade (atual Santa Casa) em 1909, coronel-comandante da Brigada da Guarda Nacional em São José do Rio Preto; curador de Órfãos da Comarca de São Carlos de 1880 a 81 e vereador em São Carlos e Bebedouro; em 1910 foi nomeado presidente da Comissão de Seleção de Patentes para a 2ª Linha do Exército Nacional para a região de São José do Rio Preto. Entre 1946 e 56 foi nome de uma escola municipal. Em 13/5/1932 o prefeito Eduardo Nielsen deu o seu nome à rua do Comércio, no centro da cidade, que era conhecida popularmente como "Rua Jerusalém"; a nova denominação foi oficializada pelo decreto 119, de 19/10/1950, pelo prefeito em exercí­cio Bady Bassitt.
 
 
     
Nascimento:
Palmas de Monte Alto
BA
Data nasc.: 6/6/1856
Falecimento:
São José do Rio Preto
SP
Data falec.: 30/8/1931
 
Canhotinho
 
Compositor, Acordeonista, cantor, pseudônimo de Carlos Paviani; formou a dupla sertaneja Torrinha e Canhotinho em 1955, gravando oito discos; gravação solo de valsas em 1980, diretor artístico e chefe da banca examinadora da Ordem dos Músicos do Brasil de 1966 a 1978, jurado de televisão de 1966 a 1969; acordeonista das duplas Cascatinha e Inhana de 1952 a 1954, Torrinha e Pinheirinho de 1954 a 1955, Torres e Florêncio de 1960 a 1962 e Liu e Léu de 1987 a 1988; sanfoneiro da TV Record de 1954 a 1960, integrou trio sertanejo com Vieira e Vieirinha em 1950; como acordeonista, gravou LP de valsas pela Polygram e vários compactos. Como compositor, sua música mais conhecida é “Divino Espírito Santo”, de 1955, interpretada por diversos cantores e em vários países como Estados Unidos, França, Portugal e Escócia. Faz parte da Enciclopédia da Música Brasileira.
 
Nascimento:
› Santa Adélia
SP
Data nasc.: 15/5/1928
 
Página 1 de 13
Primeira | Anterior | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | Próxima | Última 
   
 
©2001/2010 » Todos os Direitos Reservados - www.quemfazhistoria.com.br
Todo material publicado neste sitepertence a www.quemfazhistoria.com.br ou é utilizado com a expressa permissão de seus autores
Site desenvolvido por
Personal Comp