SÃO JOSÉ DO RIO PRETO
Lelé Arantes
 
   
  Estado:
São Paulo
   
 
Selecione outro estado:
   
São José do Rio Preto
 
 
Quem faz História em SÃO JOSÉ DO RIO PRETO
   
  Digite o nome da pessoa que deseja localizar:    
 
B
 
Bady Bassitt
 
Médico, foi prefeito rio-pretense de 8 a 24 de julho de 1949 e de 3 de julho a 3 de novembro de 1950, perfazendo um total quatro meses e 17 dias de administração; candidato a prefeito em 1951, obteve 5.975 votos, perdendo para Philadelpho Gouveia Neto. Foi eleito deputado estadual para as Legislaturas de 1955 a 1958 e de 1959 a 1960 (morreu no exercí­cio do mandato), foi presidente da Comissão de Educação e Cultura da Assembléia Legislativa, em 1956. Vereador rio-pretense de 1948 a 1951, sendo eleito sucessivamente presidente da Câmara Municipal em 1948, 1949, 1950 e 1951 (renunciou à presidência duas vezes, a primeira em 13/9/49 e a segunda em 19/6/51). Foi conselheiro da Associação Comercial e Industrial (Acirp) em 1953. Na condição de presidente do Legislativo, assumiu duas vezes a Prefeitura, porque naquela primeira eleição após a Redemocratização não havia a figura do vice-prefeito, o que tornava o presidente da Câmara em substituto natural do prefeito. Em 1951, perdeu a eleição para Philadelpho Gouveia Neto, apesar de ser franco favorito em todas as pesquisas. Uma lei dos vereadores José Barbar Cury e Radovir Antônio dos Santos denominou Bady Bassitt a avenida Presidente Roosevelt, margeando o córrego Borá (passando pelos bairros Boa Vista, Centro, Imperial, Nossa Senhora de Fatima, Nossa Senhora Aparecida, Alto Rio Preto, Vila Bnacária e Loteamento Cherubini); a EEPSG da Vila Anchieta, na rua dos Jesuítas s/nº e o plenário da Câmara Municipal levam o seu nome. O antigo distrito de Borboleta também tem seu nome.
 
Formado pela Escola Paulista de Medicina em 1940.
 
 
     
Nascimento:
› São José do Rio Preto
SP
Data nasc.: 29/11/1917
Falecimento:
São José do Rio Preto
SP
Data falec.: 7/9/1960
 
Baldomero Seabra
 
Médico, vereador da rio-pretense de 1923 a 1924 (pelo distrito de Paz de Potirendaba), renunciou ao mandato de vereador no final de 1924 por causa da emancipação política de Potirendaba. Fundador e primeiro presidente do Grêmio Recreativo e Literário Dr. Francisco da Cunha Junqueira, em 7 de setembro de 1929; aprovado como auxiliar acadêmico em 1909 na Diretoria Geral de Saúde Pública. Dá nome ao plenário da Câmara Municipal de Potirendaba, pela Resolução nº 2162, de 16 de agosto de 1963. Formado pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro, em 1912.
 
 
     
Nascimento:
?
?
Data nasc.: ?/?/?
Falecimento:
?
?
Data falec.: ?/?/?
 
Baltazar Wix
 
Sacerdote católico; frade franciscano, ele esteve na Basília Nossa Senhora Aparecida entre 1937 e 1938. É nome de rua no bairro Vila Maria, entre a rua Independência e Avenida dos Estudantes (seu nome está grafado de maneira errada, como Frei Baltazar XIX, enquanto o correto é Wix) e nome de praça em Carapebus, RJ.
 
Nascimento:
?
?
Data nasc.: ?/?/1909
Falecimento:
?
?
Data falec.: ?/?/1959
 
Baptista Marconi Netto
 
Cirurgião-dentista, residente de comissão para construção de sede própria da regional da APCD; reformou a assistência dentária da Santa Casa de Misericórdia; organizou e fez funcionar a assistência dentária do Consórcio Intermunicipal da Alta Araraquarense (atual Alarme); fundador e primeiro dentista da clínica dentária do Círculo Operário Riopretano; na inauguração do Museu da Odontologia de SJRio Preto, instalado na sede da APCD, doou seu consultório odontológico em pleno e total funcionamento para o acervo da instituição em 2007; em sessão solene da APCD, foi homenageado com placa de prata contendo a seguinte inscrição: “Nesses 80 anos de trabalho em prol da classe odontológica, a sua contribuição foi de um valor inestimável. Obrigado!”; em 2006 ganhou outra placa de prata da APCD em que se lê: “É com admiração e agradecimento que prestamos uma homenagem a quem sempre acreditou no que hoje é esta entidade!”; em 2005, em sessão solene da Câmara, recebeu placa de prata em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à população rio-pretense. Em noite comemorativa do Dia do Dentista, a APCD inaugurou dependências e salas de conferências na sede social com nomes de ex-presidentes, incluindo o de Baptista Marconi Netto. Homenagens recebidas: em 2003, diploma de gratidão por contribuição aos ideais rotários, outorgado pelo Rotary Clube; em 2002, título de benfeitor do futuro, concedido pela Fundação Rotária do Rotary International; em 1995, diploma de honra ao mérito da Câmara; em 1987, certificado, medalha e distintivo de companheiro Paul Harris conferidos pela Fundação Rotária por fomentar a compreensão e as relações amistosas entre os povos do mundo. Em 1982 participou de curso para prefeitos e servidores municipais da Fundação Prefeito Faria Lima, da Secretaria de Estado do Interior, em 1977 recebeu diploma de expositor da 1ª Mostra Filatélica da Alta Araraquarense; em 1973 tornou-se membro-fundador do Rotary Clube Norte, quarto presidente com mandato de 1972 a 1973; secretário da Universidade Municipal, que deu origem ao Ibilce, em 1955; participou, como secretário eleito, da 1ª Convenção Nacional da União Cultural Brasil-Líbano. Em 1966 foi presidente da 1ª Jornada Universitária Rio-pretense de Odontologia, promovida pela regional da APCD; em 1949 foi líder estudantil de movimentos reivindicatórios de direitos “O Petróleo é Nosso” e “Duzentas Milhas Marítimas”; detido por algumas horas, com 12 amigos, pelo Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP) por liderar protesto contra Getúlio Vargas jogando ovo e tomate no ex-presidente.
 
Formado pela Faculdade de Farmácia e Odontologia de Ribeirão Preto em 1950; ingressou na Fadir (atual Unirp) em 1978, obtendo certificado de estágio do curso de direito em 1979.
 
 
     
Nascimento:
Jardinópolis
SP
Data nasc.: 25/12/1928
 
Baptista Signorini
 
Agricultor, um dos pioneiros da imigração italiana na região de Sâo José do Rio Preto, foi um dos fundadores do bairro Matinha. É nome de rua no Auferville 1.
 
Nascimento:
Verona
Itália
Data nasc.: ?/?/1873
Falecimento:
São José do Rio Preto
SP
Data falec.: 22/4/1962
 
Barbar Jamil Cury
 
Economista, fundador da Folha de Rio Preto em 15/5/1966, em sociedade com o irmão José Barbar Cury e Ulisses Jamil Cury, diretor até 1982; presidente do Conselho Deliberativo do Clube Monte Líbano, conselheiro fiscal da Associação Comercial e Industrial (Acirp) de 1980 a 1982, vice-presidente do Clube Monte Líbano na gestão do Carlos Eduardo Elias Cabaze; gerente regional da Nossa Caixa/Nosso Banco em Araraquara, SJRio Preto e Sorocaba.
 
Formado em Contabilidade pela Escola de Comércio D. Pedro II em 1951, em Ciências Econômicas pela Faculdade D. Pedro II em 1974 e em Ciências Contábeis em Marília em 1975.
 
 
     
Nascimento:
› São José do Rio Preto
SP
Data nasc.: 11/12/1932
 
Basileu Estrela
 
Filantropo, cerealista, fazendeiro, na década de 1920 residiu em SJRio Preto, onde foi cerealista e, por 50 anos, em Monte Aprazível, onde foi fazendeiro, serventuário da Justiça e Prefeito. Foram inúmeros os benefícios prestados a esta cidade. Ajudou a construir a Santa Casa de Misericórdia, o Ginásio e Internato Dom Bosco, a Igreja Matriz, o Asilo de Velhos, o Velório Municipal, a ampliação do Cemitério, o Aprazível Clube, o Campo de Aviação, entre outros. Em sua terra natal muito contribuiu para o desenvolvimento da cidade; construiu o Hospital Basileu Estrela, inclusive com verbas para sua manutenção. Junto com seu irmão Cândido Brasil Estrela reformaram a Igreja Matriz, construíram a Casa Paroquial, Biblioteca, Jornal da cidade, Banda de Música, etc. Estendeu igualmente a sua ajuda a cidade de Perreira Barreto - SP. Foi homenageado com bustos e nome de vias públicas em Santa Maria Madalena e Monte Aprazível.
 
 
     
Nascimento:
Santa Maria Madalena
RJ
Data nasc.: 23/5/1895
Falecimento:
Monte Aprazí­vel
SP
Data falec.: 23/6/1981
 
Basileu Toledo França
 
Jornalista, escritor e historiador, autor dos livros “Rio Preto de Ontem - Pequeno Roteiro da Nossa História Municipal até 1912”, em 1947; “Três Instantes de Rio Preto - 1912 - 1927 - 1949”, em parceria com Kinichi Sakakibara, em 1949; “Um Município no Tempo - Cronologia Riopretana”, em 1985 [inédito]; “Pioneiros”, em 1954; “O Sudoeste, Tentativa de Interpretação”, em 1959; “Estudos de Educação”, em 1960; “Música e Maestros”, em 1962; “Cadeira nº 15”, em 1971; “Cavalo de Rodas”, “Vale do Rio Claro”, “Romanceiros e Trovas Populares” e “Depoimento”, em 1979; “Cancioneiro de Trovas do Brasil Central”, em 1973; “Contos, Fábulas e Folclore”, em 1975; diretor da revista Riopretana, em 1953, redator da Revista Casa da Cultura, em 1946, redator da Revista Centenário, em 1952, colaborador da revista Almanaque Paulista, em 1946, diretor e redator de A Notícia, de 1944 a 46, redator da coluna “De Duas Uma” no Diário da Região, de 1950 a 51, colaborador dos jornais O Popular, Folha de Goiás e Imprensa Universitária de Goiânia; diretor da Escola Senac Paiva Meira, de 1948 a 1952, coordenador de Cursos Populares do Centro Cultural e Artístico Rio-pretense, foi um dos fundadores e vice-presidente da Casa de Cultura, em 1946, foi um dos fundadores e diretor do Colégio São Luiz, em 1954 [escola que deu origem à Unirp]; foi um dos sócios-fundadores da Sociedade Rio-pretense de Ensino e Educação; assessor de Educação e Cultura do governo de Goiás, de 1959 a 1960, presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Goiás, de 1972 a 1974 [fundador da Revista do Instituto Histórico e Geográfico de Goiás], membro da Academia Goiana de Letras, desde 1965, diretor do Instituto de Educação de Goiás, em 1955, professor da Universidade Federal de Goiás (UFG) em 1962 e diretor do Departamento de Cultura em 1964.
 
Formado em Economia, Administração e Finanças pela Instituição Universitária Moura Lacerda de Ribeirão Preto em 1951.
 
 
     
Nascimento:
Jataí
GO
Data nasc.: 18/9/1919
Falecimento:
Goiânia
GO
Data falec.: 22/11/2003
 
Basilides Basso
 
Representante comercial, foi conselheiro e presidente do Rio Preto EC em 1965, foi um dos fundadores e conselheiro da Associação de Viajantes da Alta-Araraquarense (AVA) em 1966.
 
 
     
Nascimento:
› Tanabi
SP
Data nasc.: 6/7/1924
Falecimento:
São José do Rio Preto
SP
Data falec.: 8/8/1989
 
Basílio Ratters
 
Integrou a comissão de cidadãos que lutou pela emancipação política de São José do Rio Preto entre 1892 e 1894.
 
Nascimento:
?
?
Data nasc.: ?/?/?
Falecimento:
?
?
Data falec.: ?/?/?
 
Beatriz Lourenço de Arnaldo Silva
 
Psicóloga e advogada, presidente de honra do Hospital da Criança de SJRio Preto [uma das responsáveis pela conquista da obra junto ao governador Geraldo Alckmin, posteriormente reforçada pelo governador José Serra, com investimento de R$ 30 milhões e inauguração prevista para 2010]; uma das organizadoras da festa Nuit de Noel; editou o livro “Mesas Decoradas da Nuit de Noel I e II”, catalogado pela imprensa internacional; diretora regional da Secretaria de Estado da Criança, Família e Bem-estar Social de 1995 a 1996, presidente do Centro de Estudos de Psicologia em 1987, conselheira consultiva do Centro Rio-pretense de Estudos Psicanalíticos de 1990 a 1994. Incluída entre “As 100 Mulheres Rio-pretenses do Século 20” em 2001.
 
Formada em Psicologia pela Unorp em 1988, em Direito pela Fadir (atual Unirp) em 1987.
 
 
     
Nascimento:
Mococa
SP
Data nasc.: 3/4/1965
 
Beck
 
Jornalista. Paulo Sérgio Becknetter Cachatore é colunista social dos jornais Bom Dia Rio Preto desde 2006, O Progresso de Santa Adélia, O Jornal de Catanduva de 1993 a 2007 e O Regional de 1993 a 2004; repórter fotográfico do Bom Dia Rio Preto em 2006; assessor de imprensa da Prisma Comunicação e Publicidade desde 2006 e do Laboratório de Idéias Assessoria de Imprensa em 2004; editor e redator do Portal Viu?! desde 2005; produtor e redator do programa TV Oferta da TVI/SBT, Araçatuba, de 2001 a 2003, e do Studio G Produções e Comerciais de 2001 a 2003.
 
Formado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Unilago em 2008.
 
 
     
Nascimento:
› Santa Adélia
SP
Data nasc.: 14/8/1972
 
Belmiro de Freitas
 
Jogador de futebol e servidor público municipal; foi centroavante do Rio Preto EC entre 1955 e 1964; foi campeão Paulista da 2ª Divisão em 1963. Atuou no futebol amador nos times do Texas FC, Esplanada e Portuguesa da Redentora e foi cinco vezes campeão do Amador.
 
Nascimento:
?
?
Data nasc.: ?/11/1934
Falecimento:
São José do Rio Preto
SP
Data falec.: 24/3/2011
 
Belmiro Gomes
 
Funcionário público, jornalista e comercianmte, Belmiro José Gomes, dez vezes venerável mestre da lLoja Maçônica Cosmos de 1912 a 1915, de 1917 a 1918, de 1920 a 1921, de 1922 a 1923, de 1924 a 1925, de 1930 a 1931, de 1933 a 1935; secretário de 1904 a 1905, de 1907 a 1908, de 1918 a 1920, de 1921 a 1922, de 1931 a 1933; primeiro vigilante de 1906 a 1907 e de 1908 a 1912, de 1925 a 1927; orador de 1929 a 1930. Foi diretor do jornal O Porvir até 1911, quando, em parceria com Manoel Fernandes de Brito fundou o jornal O Poder Moderador (que em 1912 passou a se chamar A Cidade); em 1920 fundou o jornal A Ordem. Foi um dos fundadores da Associação Comercial e Industrial (Acirp) em 1921 e primeiro-secretário de 1924 a 1925; tesoureiro da Prefeitura em 1913 e diretor-técnico da Empreza Telephonica. Fundador e secretário da Associação Teatral Riopretense em 1908, e um dos fundadores e primeiro presidente do Rio Preto Foot-Ball Club em 5/4/1908, do Club Sport Sete de Setembro em 1/8/1909 e do Club Guarani de 1933 a 1934. No dia 5/10/1904 tomou posse do Cartório do Distribuidor, 2º Partidor e Contador e foi promotor de Justiça interino nomeado em 9/11/1904; foi mesário da 1ª Secção Eleitoral de 1903 a 1904. Mas sua maior façanha como cidadão rio-pretense foi ter ajudado a fundar a Santa Casa, em 1º de janeiro de 1909, e mantê-la funcionando, como provedor entre 1911 e 1914 e depois em 1918. Ele é nome de rua na Maceno, entre as ruas Bernardino de Campos e Dr. Assis Brasil.
 
 
     
Nascimento:
Vieira do Minho
Portugal
Data nasc.: ?/?/1879
Falecimento:
São José do Rio Preto
SP
Data falec.: 29/8/1937
 
Ben-Hur Andrade
 
Agropecuarista. Ben-Hur Junqueira Ribeiro Andrade, presidente do Rotary Clube de SJRio Preto de 1976 a 1977, vereador em Planalto de 1955 a 1959, de 1960 a 1963 e de 1964 a 1967.
 
Nascimento:
Tambaú
SP
Data nasc.: 19/9/1929
 
Benê Ferreira
 
Musico e compositor. Benedito Rosa Ferreira foi o ganhador do Mapa Cultural SJRio Preto, categoria Vídeo, em 2001; um dos fundadores do Grupo Realejo com a gravação dos LPs “Sonho de Adulto”, de 1984, “Anjo”, de 1985, CD “Coletânea do Realejo”, de 1996; participou dos CDs “Desligado”, de 2000, “Compositores de São José do Rio Preto”, de 1995, “Anonimato”, de 1996, “Antologia Musical de São José do Rio Preto”, de 1996, “A Arte dos Compositores”, de 1993, “Músicas do Carnaval Rio-pretense”, de 1996; participação nos CDs “Fernando Marques – Espera”, de 1996, “Lory Ferreira”, de 1997, “Parayba Lima”, de 1998, “Fernando Marques”,de 1999, “Desligado – Mpbeer”, de 1999, “Festivais do Brasil”, de 2005; ganhador do Festival de MPB com o grupo Realejo em 1983; ganhador do Festival Internacional do Minuto com o vídeo “Archimedes – Uma Alquimia Caipira”, parceria com Manolo Osório, maestro Paulo Buchala e Coral Rio-pretense, em 1997.
 
Formado em Engenharia Civil pela Faculdade D. Pedro II.
 
 
     
Nascimento:
Aparecida d’Oeste
SP
Data nasc.: 19/10/1960
 
Benedicto Costa Netto
 
Advogado, foi ministro da Justiça e Negócios do Interior do governo Eurico Gaspar Dutra de 2/10/1946 a 7/11/1947; deputado federal eleito em 1945, foi o relator geral da Constituinte de 1946 e relator geral do Estatuto do Petróleo; procurador-geral do Estado de São Paulo em 1941 e 1942, diretor-vice-presidente da Folha da Manhã S/A (atual Folha de São Paulo) em 1951; foi um dos fundadores, orador oficial e procurador jurí­dico da Associação Comercial e Industrial (Acirp) de 1920 a 1928; venerável mestre da loja maçônica Cosmos de 1923 a 1924 e de 1926 a 1927, e orador de 1924 a 1925; membro-fundador da Federação dos Voluntários de São Paulo em 1932, subcomandante do Batalhão Piratininga na Revolução Constitucionalista de 32; correspondente do Jornal do Commercio em 1920.
 
Formado pela Faculdade de Direito do Rio de Janeiro em 1916.
 
 
     
Nascimento:
Macaé
RJ
Data nasc.: ?/?/1895
Falecimento:
São Paulo
SP
Data falec.: ?/?/1981
 
Benedicto Duarte Fonseca
 
Comerciante, segundo secretário da Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Rio Preto (ACIA, atual ACIRP) de 18 de janeiro de 1934 a 6 de janeiro de 1935, e membro do Conselho Consultivo de 6 de janeiro de 1935 a 3 de janeiro de 1937.
 
Nascimento:
?
?
Data nasc.: ?/?/?
Falecimento:
?
?
Data falec.: ?/?/?
 
Benedicto Gomide  
  Ver em: Wilson Guimarães  
 
Benedicto Rodoschi Paula
 
Advogado, metrologista e técnico em contabilidade, supervisor regional do Ipem, de 1967 a 1996, chefe do Serviço Municipal de Pesos e Medidas, de 1958 a 1967, presidente do Centro Cultural Brasil-Estados Unidos, de 1968 a 1969.
 
Formado técnico em Contabilidade pela Escola Técnica D. Pedro II em 1965; Direito pela UNIRP em 1976; Metrologia pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas/IPT e Ipem, em São Paulo.
 
Nascimento:
› Uchoa
SP
Data nasc.: 25/10/1933
 
Página 1 de 4
Primeira | Anterior | 1 | 2 | 3 | 4 | Próxima | Última 
   
 
©2001/2010 » Todos os Direitos Reservados - www.quemfazhistoria.com.br
Todo material publicado neste sitepertence a www.quemfazhistoria.com.br ou é utilizado com a expressa permissão de seus autores
Site desenvolvido por
Personal Comp